Voltar Equipe

Pais

A verdade é que ninguém está literalmente preparado para ser pai ou mãe. Como pai de aluno Kinderville, você pode contar com nosso auxílio pedagógico para esclarecer suas dúvidas e acalmar seus pensamentos.


02

abr

Circular 2014/04 – História com afeto

Comunicado 04/2014

Assunto: História com Afeto

Prezados Pais,

O dia 18 de abril foi instituído como o dia nacional da literatura infantil, em homenagem à Monteiro Lobato.

Monteiro Lobato foi um dos maiores autores da literatura infanto-juvenil brasileira. Nascido em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882, teve como alvo o público infanto-juvenil em mais da metade dos seus livros, com a intenção de ajudar na formação intelectual e moral da juventude brasileira. A sua obra mais popular é “O Sítio do Picapau Amarelo”, que foi transformado em obra televisiva nos anos 80 e sendo regravado no final dos anos 90.

Aproveitando a data comemorativa iniciaremos no mês de abril em nosso berçário o projeto “História com Afeto”, em que, às sextas-feiras, a cada 15 dias, as crianças levarão para casa um livro para leitura com os pais no final-de-semana, que deverá ser devolvido na segunda-feira seguinte.

É importante lembrar que os livros devem ser “percebidos” pelas crianças, fazendo os pais o papel de mediadores deste processo que deve ser lúdico, livre de regras e repleto de experiências criativas.

A pesquisadora Rosele Martins Guimarães, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que estudou a relação de crianças menores de 2 anos com os livros; lembra que “as crianças pensam no contato com os objetos, nas reações que eles provocam, nas respostas que oferecem, portanto, não basta narrar-lhes histórias, é preciso que elas possam tocas e usar os livros.” (revista Educação Infantil – n. 8 – editora segmento).

Que tal ensinarmos às nossas crianças desde cedo o saudável hábito da leitura? Use sua imaginação, escolha o lugar e o horário adequados e transforme esta oportunidade em um momento a ser lembrado como prazeroso e enriquecedor no processo de aprendizagem de seu filho.

“Um país se faz com homens e com livros.” (Monteiro Lobato)